Cientista de Dados: O Que Faz, Salário, O Que Estudar? Carreiras

BLOG

Posted On: July 25, 2022

Cientista de Dados: O Que Faz, Salário, O Que Estudar? Carreiras

Por isso, é importante ficar atento às habilidades requisitadas por cada processo seletivo. Atuar como cientista de dados é possuir múltiplas competências e saber se adaptar a diferentes contextos empresariais. A carreira de Cientista de Dados exige dedicação aos estudos, aquisição de habilidades em técnicas diversas e domínio de conhecimentos interdisciplinares. Essa exigência elevada contribui para a valorização e escassez de profissionais de Ciência de Dados no mercado atual.

  • Há algum tempo era suficiente para uma companhia processar seus próprios dados e obter as informações desejadas para a tomada de decisão.
  • São técnicas e boas práticas que ajudam a transformar estatísticas, gráficos e relatórios complexos em histórias interessantes de entender e de acompanhar.
  • Os estatísticos trabalham com destaque no governo, saúde e empresas de pesquisa e desenvolvimento.
  • A análise de dados é uma parte essencial do trabalho de um cientista de dados.

Cientistas de dados estão espalhados por diversas indústrias, cada uma com suas peculiaridades e desafios. Essa diversidade não só expande as oportunidades para os profissionais do campo, mas também enriquece a própria ciência de dados com uma variedade de perspectivas e aplicações. Com grandes oportunidades no mercado de trabalho, os profissionais da área de ciência de dados possuem um bom salário. Um feedback do cliente, o trajeto que você percorre até o trabalho, o tempo que as pessoas ficam conectadas na internet parecem apenas informações sem importância.

Onde atua um Cientista de dados?

As atividades desempenhadas pelo profissional de Ciência dos Dados englobam, principalmente, a solução de problemas complexos e, na maioria das vezes, inéditos, pois a repetição e monotonia são raras no seu dia a dia. Esse diálogo pode envolver também as discussões com sua própria equipe de desenvolvimento, com o objetivo de estruturar e definir as melhores estratégias. A mudança de paradigma na forma como lidamos com dados trouxe também novas exigências para os profissionais que já estão ou que ainda entrarão no mercado de trabalho. Há algum tempo era suficiente para uma companhia processar seus próprios dados e obter as informações desejadas para a tomada de decisão.

  • Esses jovens participam de um programa de estágio de cientista de dados e são preparados para analisar e interpretar bancos de dados.
  • Observando os diferentes tipos de cientistas de dados, percebemos que a atuação de profissionais dessa área pode ganhar diversas particularidades, dependendo do contexto.
  • Por isso, tente ao máximo se envolver em projetos, buscar experiências na área e conciliar seu aprendizado teórico com a prática.
  • Atuar como cientista de dados é possuir múltiplas competências e saber se adaptar a diferentes contextos empresariais.

Os valores irão variar de acordo com a empresa contratante, funções exercidas e grau de formação profissional do contratado. Trabalhar como cientista de dados foi considerado o melhor emprego de 2019 de acordo com ranking do Glassdoor, site de recrutamento profissional dos Estados Unidos. Os motivos para isso são a quantidade de vagas disponíveis, o quão satisfeitos estão os profissionais da área e a média salarial. A Ciência de Dados utiliza ferramentas de Tecnologia da Informação (TI) que estão em constante atualização e evolução. Saber manusear o que há de mais novo no mercado coloca o profissional em um patamar elevado.

Por que adotar uma cultura data-driven vai impulsionar seu produto?

Se você não vê a hora de trabalhar nessa profissão, saiba que a média salarial do analista de BI é de R$4.570, de acordo com relatório do buscador de vagas Glassdoor. Saiba que o arquiteto de dados ganha em média R$ 9.582 no mercado de trabalho, segundo relatório do buscador de vagas Glassdoor. Dentro do mundo do Python, você vai ter, por exemplo, o Pandas como uma biblioteca que basicamente todo mundo utiliza, o Jupyter basicamente como espaço de exploração para fazer testes, com espaço exploratório. Mas se você correr atrás, você vai ver gente usando o mesmo Jupyter, não só para fazer um teste, mas para rodar coisas para valer mesmo, como o Netflix que usa um cluster de Jupyter rodando os algoritmos deles de machine learning. Para isso, é fundamental estar atualizado com relação ao debate em torno da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) e do foco que ela dá no consentimento para estabelecer relações comerciais justas.

Também envolve a conexão com dashboards para comunicação dos resultados de forma automática para decisores, por exemplo. Isso envolve também a criação de pipelines de desenvolvimento de ML, a manipulação de arquivos do tipo https://ricardolaudares.com.br/musica-e-numeros/#comment-759362 pickle, monitoramento dos modelos depois do treinamento e a adoção de soluções de conteinerização como o Docker. A primeira etapa, que cuida da coleta e preparação dos dados, é o que pode ser chamado de engenharia de dados.

Rob Radosta
Posts made: 268
Related Posts
You May Also Like